Sintomas da Hérnia de Disco Torácica








O quadro clínico varia dependendo da localização da hérnia discal torácica, compreendendo desde os caos de hérnias laterais com compressão do nervo intercostal até os quadros de hérnias centrais com quadro de mielopatia ou hérnias centrolaterais com quadro clínico de mielopatioa e dor radicular.

Os sintomas da hérnia de disco torácica variam amplamente. Os sintomas dependem onde ela se forma e qual é o tamanho da hérnia de disco, e se a medula espinhal foi comprometida.

A dor é geralmente o primeiro sintoma. A dor pode ser localizada sobre o disco lesado, mas pode se espalhar para um ou ambos os lados do meio das costas.

Acesse o blog da Saúde

Os pacientes entre a quarta e a sexta décadas da vida podem apresentar quadro de dor radicular do tipo intercostal, nos casos de hérnias laterais ou quadro neurológico decorrente de compressão medular nas hérnias centrais.

Entre as alterações neurológicas decorrentes de compressão medular os pacientes podem apresentar parestesia, paresia radicular em geral do tipo espástica, ataxia e alterações esfincterianas.

Além disso, os pacientes geralmente sentem “dor em faixa” em torno do peito. Os pacientes podem, eventualmente, denunciar sensações de agulhas e dormência. Outros dizem sentir que a perna ou músculos do braço ficaram fracos. O material do disco herniado que pressiona a medula espinhal pode causar alterações no intestino e também na função da bexiga.

No diagnóstico diferencial devemos incluir doenças neurológicas e tumores do sistema nervoso que podem provocar quadro clínico semelhante, e em destaque deve ser alertado o diagnóstico diferencial com afecções de vísceras torácicas e abdominais.

Para ilustrar o diagnóstico diferencial cita-se uma que se queixava de dor no hipocôndrio direito, que durante a investigação dessa dor foi submetida a exame ultrassonográfico que mostrou presença de cálculos na vesícula. Com este quadro a paciente foi submetida a uma colecistectomia e, no entanto, não apresentou melhora da dor no pós-operatório. Foi prosseguida a investigação, sendo reconhecida uma hérnia discal torácica comprimindo o nervo intercostal que foi ressecada, com melhora do sintoma.

Ainda ilustrando o diagnóstico diferencial, cita-se o caso de um paciente que apresentou dor na região anterior do tórax, sendo submetido a uma cinecoronariografia, pois se acreditava tratar de coronariopatia e ao prosseguir a investigação se reconheceu uma hérnia discal torácica que era responsável pelos sintomas.

As hérnias discais torácicas podem afetar áreas longe da coluna. Uma hérnia localizada na parte superior da coluna torácica pode irradiar dor e outras sensações para um ou ambos os braços. Se a hérnia ocorrer no meio da coluna torácica, a dor pode se irradiar para a região abdominal ou em faixa no peito, simulando problemas cardíacos. A hérnia de disco torácica inferior pode causar dor irradiada para a virilha ou para os membros inferiores e pode imitar dor na loja renal.

COMENTE ESSE POST

Compartilhe no Google +

0 comentários: