Saiba como evitar a hérnia de disco cervical


Saiba como evitar a hérnia de disco cervical Flávio Neves/Agencia RBS

A má postura durante a realização de tarefas no dia a dia, ao dirigir, na realização de atividades físicas, permanecer sentado durante extensos períodos na mesma posição, a obesidade e o sedentarismo são fatores que acarretam, em longo prazo, em danos à coluna. Um desses exemplos é a hérnia de disco cervical que também é proveniente do processo degenerativo do disco e das vértebras da coluna por causa do envelhecimento.

No Brasil, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a hérnia de disco atinge 5,4 milhões de brasileiros. Ela é caracterizada pelo processo pelo qual o disco intervertebral (responsável pela estabilidade da coluna e que fica localizado entre duas vértebras situadas na coluna vertebral), sofre uma ruptura na sua parte chamada de anel fibroso que envolve o núcleo pulposo.

- Com isso, provoca a saída do núcleo pulposo por meio de uma fissura no anel fibroso, gerando uma compressão nas raízes cervicais responsáveis pela inervação de membros superiores -descreve o médico neurocirurgião, Dr. Paulo Porto de Melo (formado pela UNIFESP e Colaborador do Departamento de Neurocirurgia da Universidade de Saint Louis (Missouri- EUA).

O médico neurocirurgião explica que os principais sintomas da hérnia cervical são, frequentemente, localizados na região do pescoço.

- Essa dor no pescoço, além de agravar em dificuldades para movimentá-lo de um lado para outro, pode irradiar para o ombro e braços, gerando sensação de formigamento, dormência e, em alguns casos, diminuição da força muscular nos membros superiores -diz o Dr. Porto de Melo.

Como evitá-la

Mudar o estilo de vida é a primeira recomendação a ser seguida por quem pretende evitar problemas oriundos da hérnia discal vertebral.

- Manter uma vida saudável e distante do sedentarismo é essencial. Realizar diariamente atividades físicas com orientação de um profissional ou alongamentos também contribui para o fortalecimento das musculaturas posturais, responsáveis pela estabilidade da coluna - informa o especialista.

Confira outras dicas do Dr. Paulo Porto de Melo para evitar o acometimento de dores provenientes da hérnia de disco cervical:

- Controle o peso corporal para não sobrecarregar a coluna;

- Evite o consumo de álcool e de cigarro, pois as substâncias presentes na composição de ambos provocam uma redução nos vasos que nutrem o disco intervertebral;

- Tenha cautela ao carregar peso. A recomendação é transportar bolsas e mochilas que não ultrapassem mais de 10% do seu peso. Além disso, no caso de sacolas, divida o peso em dois volumes para equilibrar o volume;

- Ao sentar-se para ler, escrever ou trabalhar, mantenha os pés sempre apoiados e escore as costas no encosto da cadeira;

- No caso de mulheres, evite abusar do uso de saltos muito altos, pois provocam uma curvatura da região lombar, motivando uma hiperlordose. Provocando, desta forma, uma fadiga muscular;

- Para lavar ou passar, utilize um banquinho para apoiar um dos pés, o que alivia a tensão lombar;

- Evite realizar trabalho físico muito pesado para não ocasionar lesões na lombar;

- Para dormir, não opte pela posição de bruços, pois ela aumenta a tensão lombar. O indicado é deitar-se de lado e colocar um travesseiro entre as pernas para alinhar a cervical. Para levantar da cama, vire-se na posição lateral e empurre o corpo para cima com a ajuda de um dos braços.

Fonte: Zero Hora

0 comentários: