Osteopatia no tratamento da Hérnia de disco







http://www.chapecomais.com.br/web-files/uploads/noticias/33e3fd27e8af0ad9e19e.jpg

O tratamento da hérnia de disco, dependendo do comprometimento nervoso,  pode ser cirúrgico. Mas em grande parte dos casos o tratamento conservador tem resultados muito satisfatórios pois a hérnia pode ser reabsorvida com o passar  de alguns meses. Ele irá incluir a fisioterapia, orientações e medicamentos para aliviar os sintomas mais agudos.

A fisioterapia atuará através de  exercícios de fortalecimento da musculatura postural que irão devolver a estabilidade necessária para o bom alinhamento e funcionamento da coluna, além de técnicas para aliviar a dor, o edema e devolver a mobilidade e qualidade de vida ao paciente. A osteopatia é uma das ferramentas do fisioterapeuta e através de manobras específicas ajuda a aliviar a sobrecarga sobre o disco doente possibilitando assim a diminuição da inflamação, do edema e facilitando o processo de reabsorção do disco.

O terapeuta dará o estímulo inicial para que o processo de recuperação se inicie mas é imprescindível  que o paciente entenda a importância das mudanças nos hábitos posturais, da perda de peso, da prática direcionada de exercícios e o que mais for necessário para que o tratamento seja eficiente e os resultados sejam duradouros.

Pelo fato da osteopatia buscar identificar onde há perda de mobilidade e consequentemente de função, ela se torna uma eficiente forma de prevenção também.  No momento  em que o osteopata encontra um bloqueio articular que possa estar gerando sobrecarga na coluna lombar, e com técnicas manuais  devolva a mobilidade daquela articulação, automaticamente se alivia a sobrecarga, evitando desalinhamentos posturais adaptativos e processos degenerativos futuros.

Qualidade de vida e saúde estão diretamente relacionados com hábitos de vida saudáveis e prevenção.

COMENTE ESSE POST

Compartilhe no Google +

0 comentários: